Há tempos era pra eu ter postado esse artigo mostrando como renovei meu home office usando apenas materiais que eu já tinha aqui. As únicas coisas que comprei foram o tecido pra revestir a parede e as prateleiras de madeira (comprei a folha grande e mandei cortar numa serraria. Aproveitei pra fazer prateleiras para outros cômodos da casa).

Deu trabalho? Bom… a mão de obra é simples, só que levou muito mais tempo do que eu planejei e a casa ficou uma bagunça legal durante o processo. Achei que terminaria em 1 semana, levou quase um mês. Na época o clima aqui estava bem frio, chuvoso e acho que isso também contribuiu para as peças demorarem mais a secar.

Ponto de partida

Um recorte antigo de uma uma revista de decoração da década de 90 foi a inspiração. Desde o primeiro momento me apaixonei por esse cantinho tão miúdo mas tão funcional. Em 2017 surgiu a necessidade de renovar a pintura das paredes que já estavam gastas (principalmente pelas unhas da minha gatinha quando pulava a janela) e aí tomei coragem e resolvi implementar esse sonho antigo. Usei a tinta acrílica Azul hortência da Coral. Como o espaço é pequeno, sobrou muita tinta e eu aproveitei pra pintar o balcão de livros e as prateleiras (de madeira), os gaveteiros (de plástico), garrafas (de vidro), caixas de sapatos (de papelão) e as molduras dos quadros planer (também de madeira). Sim, a tinta acrílica gruda em TUDO! Pra garantir que a tinta não iria descascar passei a lixa de leve nas peças antes de pintar e após a pintura dei acabamento com 2 demãos de cola cascorez rótulo azul (que eu já tinha aqui, é a mesma que uso pra fazer biscuit)

Balcão de loja vira estante de livros

O balcão dos livros era um expositor de loja, então tinha paredes de vidro. Aquela transparência estava me cansando, então pintei os vidros também com tinta acrílica branca (que sobrou da pintura de outra parte da casa) e dei toques esponjados com a tinta Azul hortência só pro branco não ficar muito monótono.

As prateleiras do balcão eram de vidro e não suportavam peso de livros. A tábua de madeira seria a nova prateira e pra suportar o peso com segurança eu usei as garrafas de vidro. Foi bom porque elas ajudaram a dividir o espaço na prateira inferior.

Na parte de baixo do balcão tinha um vasado. As caixas de sapato foram colocadas ali pra fazer a vez de “gavetas organizadoras”. Nesse espaço eu coloco as ferramentas pequenas de artesanato que eu uso com menos frequência.

Estante com prateleiras e garrafas de vinho

Acima da minha bancada de trabalho tinha uma prateleira cheia de livros. Era importante pra mim ter esse material ao alcance da mão, pra agilizar meu trabalho, mas esse “peso” logo acima da minha cabeça estava me incomodando. Substitui a prateleira por outras 2 menores (e mais leves) e, como eu precisava MUITO de mais espaço pra guardar os livros, aproveitei pra montar uma estante com garrafas, prateleiras de madeira e rodízios.

Os rodízios foram parafusados na prateira inferior e as garrafas foram coladas com durepoxi (capriche no durepoxi pra não passar o susto que eu passei da prateleira descolar quando arrastei a estante pra fazer limpeza). Me disseram que esse tipo de madeira não suportaria muito peso, que iria envergar. Bom… já estou usando faz 3 anos e até agora continuam retinhas. Elas têm 1,5 centímetros de espessura.

Aplicando tecido na parede

Em uma das paredes e no teto eu coloquei tecido. Há tempos eu queria fazer aplicação de tecido em alguma parede aqui em casa só pra ver como ficava. Comprei um tecido baratinho 100% algodão e apliquei na parede com a cola cascorez: apliquei cola na parede com um pincel largo, coloquei o tecido logo em seguida, com cuidado pra não enrugar o tecido, depois passava o pincel com cola sobre o tecido pra impermeabilizar. Se eu tivesse alguém me ajudando nessa parte teria sido mais fácil.

Às vezes era complicado aplicar o tecido porque acontecia dele dobrar, colar do jeito errado, se eu botava cola demais ele demorava pra grudar (porque só gruda mesmo quando a cola está secando, então cola demais atrapalha) e isso sem falar das vezes q ele caia por cima de mim (4 dias depois eu ainda encontrava restos de cola no meu cabelo). Mas, apesar do trabalho, foi divertido e eu gostei muito do resultado. Passo muito tempo no home office e é gostoso ficar trabalhando e olhando pra uma parede de flores ao invés de uma parede lisa e sem graça. 

Eu tinha 2 molduras grandes de antigos porta fotos que já estavam sendo aproveitadas aqui, uma como quadro planner  sobre a bancada de trabalho e a outra como porta lembretes na parede atrás de mim. Pra dar um charme fiz um jogo de contrastes: pintei a que iria ficar na parede com tecido e apliquei tecido na que iria ficar na parede lisa (próxima foto).  Ficou lindinho! 

Últimos detalhes

Sobrou tecido e eu aproveitei pra revestir alguns CDs (que seriam usados como porta-recados), o tampo do balcão de livros e as laterais do gaveteiro e uma das molduras dos quadros planner. Tenho mania (necessidade) de colocar post it espalhados pelo local de trabalho. São lembretes de algo pra fazer, frases meditativas, estratégias de negócio, etc.

Pra ficar mais organizado (e também pra por um limite, se não eu sai colando post it em cada centímetro da parede kkkkkkk) eu inventei esses porta recados com CDs. Colei o cd (já revestido de tecido) na parede e no centro dele colei um ímã redondo. Depois decorei um outro imã com cola quente colorida em um dos lados. O papel vai ficar fixado entre esses 2 ímãs. Fácil de colocar, fácil de tirar e não tem perigo de cair “porque a cola do post it acabou” ou porque deu um vento e soprou.

Por último, mais recentemente, coloquei mini pranchetas na parede com Kanban individuais das muitas atividades que tenho aqui (yoga, produtos veganos, marmita Vegana, mandalas, blog, etc). “Um lugar pra cada coisa e cada coisa em seu lugar” é o segundo dos 5Ss da Metodologia Toyota (lembrança da minha época de gestão de projeto quando eu trabalhava com desenvolvimento de softwares).

O Kanban também é dessa época. O Da Vinci olhando pra mim é uma inspiração pra lembrar que podemos sim fazer mil coisas diferentes e fazer bem feito. Sou encantada por esse espírito que viveu entre nós. Um dia faço um artigo só sobre ele pra mostrar o quanto ele é inspirador.

Finalizando

Então, como eu falei no começo, tomou muito mais tempo do que eu imaginei que iria tomar, mas foi gratificante. Posso dizer que este é um dos meus cantinhos favoritos na casa. É um cantinho minúsculo mas acomoda tudo que eu preciso  pra ter produtividade e conforto e não gastei quase nada pra isso, pois usei muita coisa que já tinha. Apenas repaginei, ao invés de jogar fora coisas que ainda eram úteis pra comprar algo novo. E ainda tive meu momento terapêutico mexendo com tintas, colas e criatividade, essa é a melhor parte!

Outro cantinho que eu personalizei aqui foi a estante das xícaras e temperos, lá na cozinha. Eu explico esse passo a passo em detalhes aqui nesse artigo: Revestimento de parede simples, rápido e barato com filtro de café usado 

Gostou? Compartilha! 😉

Luz e Benção pra você!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *